terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Amai-vos e instruí-vos


Em tempos de transição onde a humanidade anda sem noção do caminho que toma, onde as pessoas vivem por si mesmas, mas fora de si como autômatos que vivem apenas o hoje sem a certeza do amanhã, como se o que fazemos agora não tenha consequências para nós e para os outros. É nessa hora que os espíritas devem dar o exemplo de fé e de ação, tomar como lema que o exemplo arrasta multidões. Comecemos a mudar o mundo por nós mesmos. Me entristece ver algumas vezes pelejas onde se debate puerilidades e por isso se geram inimizades, quando deveríamos buscar nos entender compreendendo o ponto de vista e o direito de pensar do nosso próximo. Busquemos no Evangelho de Jesus a inspiração para nossas relações interpessoais e na Doutrina Espírita o esclarecimento sobre as consequências dos nossos atos e os fundamentos da fé no futuro, na bondade intrínseca ao ser humano e na bondade infinita de Deus para todos os seus filhos sem distinção. Que possamos ser sal da terra e luz do mundo como nos mandou Jesus para guiarmos nossos irmãos desavisados com o poder do nosso exemplo.


Paz a todos e fiquem com as bençãos de Jesus.